Publicado 28 de Abril de 2021 - 5h30

[CR_TXT_PROCE]AGÊNCIA ANHANGUERA[/CR_TXT_PROCE]

A demolição do antigo viaduto do Trevo dos Amarais na altura do km 143 da Rodovia D. Pedro I (SP-065) foi concluída na tarde do último domingo. Para destruir o dispositivo, a Rota das Bandeiras, empresa responsável pela administração do Corredor Dom Pedro de rodovias, interditou a via desde o sábado à tarde. Foram utilizadas máquinas como retroescavadeira e equipamentos como marteletes rompedores. Cerca de 4,5 mil toneladas de ferro e concreto foram removidas. O material foi enviado para uma usina de reciclagem. Para fazer o transporte, foram necessárias 130 viagens de caminhões.

Com a liberação da rodovia na tarde de domingo, o tráfego pelo novo viaduto, que conecta os bairros Jardim São Marcos e Santa Mônica, também foi restabelecido. Os motoristas que deixam o São Marcos, contudo, precisam ficar atentos. O acesso à pista sentido Rodovia Anhanguera (SP-330) passou a ser feito somente pela nova alça, que fica 500 metros antes do antigo acesso, que foi definitivamente fechado ontem, às 10h.

De acordo com a concessionária, a operação para a demolição do viaduto teve início às 15h de sábado, com o desvio do tráfego da rodovia para a Avenida Comendador Aladino Selmi. O comboio foi realizado pela Concessionária e a Polícia Militar Rodoviária (PMR). A Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) e a Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp) também prestaram apoio em toda a operação. A maior lentidão registrada ocorreu na pista norte (sentido Anhanguera), com 3km, na tarde de sábado. Na pista Sul (sentido Jacareí), o desvio registrou 1km de lentidão.

Responsável pela obra, o engenheiro Rodrigo Lemos disse que a execução de mais esta essa etapa da obra ocorreu dentro do planejado, com total segurança e sem nenhum incidente. “Após a demolição, foi feito um trabalho de restauração na via, com a limpeza e pintura, para que os motoristas voltassem a encontrar o mesmo padrão no pavimento de antes da demolição”, disse.

Com a demolição do antigo viaduto, a Rota das Bandeiras prossegue com a obra de remodelação do Trevo dos Amarais. Não está previsto, no entanto, novos bloqueios na rodovia nos próximos dias. Na região, a concessionária também atua na implantação de vias marginais, no trecho final até a Anhanguera.

A D. Pedro I já conta com vias auxiliares, nos dois sentidos, entre os trevos da Leroy Merlin e Amarais, do km 129 ao km 143. A implantação das marginais e remodelação dos dispositivos na região conta com investimento total de R$ 183,3 milhões, totalmente custeado pela empresa. Mais informações: 0800-770-8070. A ligação é gratuita e o serviço funciona por 24 horas.