Publicado 19 de Abril de 2021 - 18h34

Por Thais H. Bento/ Correio Popular

Após o jogo contra o São Paulo, o técnico Allan Aal deixou claro que poderá fazer mudanças na equipe

Thomaz Marostegan/ Guarani FC

Após o jogo contra o São Paulo, o técnico Allan Aal deixou claro que poderá fazer mudanças na equipe

O Guarani segue com a sua preparação para encarar a Ferroviária na terça-feira (20) em Araraquara e pode ter alterações no time titular. A equipe não vence há quatro jogos e somou apenas uma vitória em seis partidas disputadas.

Os últimos adversários foram equipes consideradas grandes e favoritas ao título do Paulistão, Corinthians e São Paulo, e o Guarani brigou em campo e levou dificuldade, mas saiu com a derrota nas duas oportunidades.

O meia Andrigo acredita que o Bugre poderia ter vencido ou pelo menos empatado essas duas partidas: "A gente fez dois bons jogos e tivemos capacidade de sair com a vitória ou pelo menos com o empate, mas eu creio muito na vitória, e por conta de detalhes a gente não conseguiu e realmente o Paulistão é um campeonato muito disputado, hoje o futebol está muito equilibrado então são os mínimos detalhes que vão fazer a diferença, que fizeram nos dois últimos jogos e cabe a nós corrigi-los e melhorar para o próximo jogo a gente sair com a vitória."

Após o jogo contra o São Paulo, o técnico Allan Aal deixou claro que poderá fazer mudanças para terça-feira: "Acho que faltou um pouquinho de equilíbrio, um pouquinho de maturidade para a gente saber que ofensivamente a gente tem qualidade para criar situações, como vem criando [...]E a partir de agora, com a sequência de jogos, a gente já começa também a pensar algumas alternativas de mudanças, até mesmo para que a gente mantenha esse equilíbrio de uma maneira mais consistente durante toda a partida."

Até o momento, o Conselho de Administração do Guarani deu apoio ao treinador e ele segue no comando da equipe, mas sabe que os resultados precisam acontecer na sequência da competição.

"Dá tempo sim. A gente sabe que é tudo muito em cima, jogo após jogo e a gente tem que se adaptar conforme a circunstância, então a gente tem que melhorar o que for preciso, nem que seja, quando tiver pouco tempo de treino, através de vídeo [...]Por mais que seja jogo em cima de jogo a gente tem condições de no próximo jogo não errar, não cometer os mesmos erros e sair com a vitória", disse Andrigo, levando em conta que já foram realizados 50% dos jogos da primeira fase do Paulista.

Alguns jogadores estão sendo questionados sobre o desempenho em campo e podem ser opções de troca para o treinador: goleiro Gabriel Mesquita, zagueiro Romércio, lateral esquerdo Bidu, volante Índio e atacante Júlio César.

O atacante Davó, por exemplo, entrou no segundo tempo contra o São Paulo e atuou bem, então pode ganhar uma vaga entre os titulares. Ele criou a jogada e deu o passe ao Bruno Sávio, que marcou o segundo gol do Guarani.

Outro jogador que tem atuado bem é o lateral direito Éder Sciola, mantendo Mateus Ludke no banco de reservas. "Eu acho que o Sciola dá uma consistência defensiva maior, é um jogador que tem uma bola parada ofensiva muito forte, não na batida, mas na conclusão. É um jogador com uma maior experiência. O Ludke se apresentou bem em algumas partidas, especialmente no começo. Depois conversamos com ele, especialmente por ser um menino ainda, um jogador jovem, prata da casa, e a gente vem procurando trabalhar não só a questão do jogo com ele, mas a questão de treinamento para que ele possa evoluir", explicou Allan Aal.

Otécnico vai manter a conversa com os jogadores e o foco em ajustar os erros da equipe para buscar os três pontos contra a Ferroviária. O Bugre encerra a preparação na segunda-feira e esse deve ser o momento de definição da equipe titular.

Na tabela

O Guarani conquistou cinco pontos em seis jogos disputados (27,8% de aproveitamento). Foram três derrotas, dois empates e uma vitória. Em duas partidas fora de casa foram computados três pontos

Escrito por:

Thais H. Bento/ Correio Popular