Publicado 22 de Abril de 2021 - 13h45

Por Ângelo Barioni/ Correio Popular

Três dias foram suficientes para os clubes organizadores da Superliga europeia desistirem do projeto. A pressão das ligas, federações, clubes e torcidas, além do presidente da FIFA, Gianni Infantino, caíu como uma bomba. Ninguém assumiu a paternidade e o projeto esvaiu-se como nos sonhos de verão. As vozes dos clubes foram uníssoras e recheadas de preocupações dos fãs de todo o mundo que, claramente, expressaram apoio ao sistema aplicado hoje. Enfim, a Champions League está forte.

Visibilidade

De acordo com o presidente da UEFA, Aleksander Ceferin, o formato renovado vai manter vivo o sonho de qualquer equipe europeia de participar na UEFA Champions League graças aos resultados obtidos em campo e vai permitir a viabilidade, prosperidade e crescimento a longo prazo de todos no futebol europeu, não apenas de um minúsculo cartel auto-escolhido”, afirmou o mandatário sobre as competições promovidas.

"Não quero entrar na parte política. O futebol tem de voltar dentro daquilo que for feito para a sociedade. Liberou para a sociedade, libera o futebol", Vanderlei Luxemburgo, técnico de futebol, sobre a paralisação dos campeonatos pela pandemia.

Bom início

O São Paulo estreou na Copa Libertadores de 2021 com o pé direito na noite desta terça-feira. Visitando o Sporting Cristal no Estádio Nacional de Lima, no Peru, pela primeira rodada do Grupo fez mais uma partida segura e saiu de campo com a imponente vitória por 3 a 0.

Evolução

A Vitória do Guarani em cima da Ferroviária tirou um peso e tanto das costas de Allan Aal. O Treinador, então pressionado no cargo pela torcida, deu um tapa na má fase com 'nó tático' no experiente Pintado, comandante afeano.

Solidário

Emocionado, Aal foi à coletiva de imprensa e dedicou o resultado positivo, segundo à frente do Bugre, para os pais, acometidos pela dengue e em situação mais crítica há uma semana. A principal homenageada foi a mãe.

Tática

Muito desse alívio de Allan tem relação direta com as modificações promovidas na escalação para o compromisso em Araraquara. De tanto ser cobrado pela torcida, treinador parece ter ouvido e enxergado a necessidade de troca.

Melhora

Renan Dal Zotto, técnico da Seleção Brasileira Masculina de Vôlei, teve uma melhora no quadro clínico, mas segue intubado devido a Covid-19. Na segunda-feira à noite o comandante passou por uma cirurgia após trombose, mas segundo o hospital o procedimento foi concluído de maneira positiva.

Reforço

O lateral-direito Felipe, Grêmio, deve ser o último jogador da Ponte Preta a ser inscrito para o Paulistão. Após acerto entre os clubes, o atleta de 21 anos será emprestado e chega em Campinas ainda nessa semana.

Defnitivo

O atacante Moisés foi comprado pela Ponte Preta por R$ 500 mil e agora precisa ainda mais mostrar um bom futebol. O contrato foi renovado até 2024. O jogador tem atuado como titular ao lado de Niltinho e João Veras.

Novidade

O Vôlei Renata Campinas anunciou ontem a contratação do primeiro reforço para a temporada 2021/2022: o oposto Evandro, campeão olímpico com a Seleção Brasileira em 2016. Ele tem 39 anos e jogou a última temporada no Kuwait. Outro vencedor, o central Lucão, deve acertar com o clube campineiro nos próximos dias.

Retomada

No 1º Torneio Atletismo Paulista, a ORCAMPI/Unimed Campinas conquistou 14 medalhas, sendo: 5 de ouro, 3 de prata e 6 de bronze.

Retomada 2

Na prova do salto em altura os atletas também conquistaram o ouro. Fernando Ferreira, recordista brasileiro e campeão Sul-Americano, venceu a disputa masculina. 

Posições contrárias

Muito embora o governo colombiano tenha vetado a presença de público durante a Copa América, a Conmebol, em nota oficial, afirmou que a vacinação assegura a realização da competição. A entidade promete ainda que doses de vacinas serão distribuídas prioritariamente para os elencos profissionais do futebol sul-americano, tanto masculinos quanto femininos. Árbitros e comissões técnicas também serão incluídos nesse plano. Na semana passada, a Conmebol anunciou que vai receber a doação 50 mil doses de vacina contra a covid-19.

Escrito por:

Ângelo Barioni/ Correio Popular