Publicado 24 de Abril de 2021 - 18h50

Por Thais H. Bento/ Correio Popular

A Macaca volta a campo na segunda-feira; empolgado, Fábio Moreno confia em vitórias dentro de casa

Diego Almeida/ Ponte Press

A Macaca volta a campo na segunda-feira; empolgado, Fábio Moreno confia em vitórias dentro de casa

Após retorno do Campeonato Paulista devido à paralisação pela pandemia, a Ponte Preta garantiu a sua segunda vitória ao vencer o São Caetano na última quinta-feira, no estádio Anacleto Campanella. O jogo até poderia ter terminado diferente porque os donos da casa apertaram, mas a Macaca foi guerreira e trouxe os três pontos para Campinas.

O time do técnico Fábio Moreno ia bem em campo, procurava construir boas jogadas, mas acabou levando o primeiro gol logo aos 16 minutos e isso afetou o desempenho da equipe. "Eu acho que a gente estava um pouquinho afobado quando a gente retomava a posse de bola em virtude da vontade que os atletas tinham de fazer o gol. A gente tomou um gol muito cedo e precisou reverter um resultado fora de casa, num campo que deixa muito a desejar, um campo pesado que dificulta o nosso estilo de jogo, então esse excesso de luta, de vontade, muitas vezes causou precipitação nos passes e a gente não conseguiu articular como a gente gostaria. Eu acho que a equipe está em evolução, a gente espera que continue assim", explicou Moreno.

A Macaca teve gol anulado por impedimento de Niltinho e seguiu na luta por um resultado. O time conseguiu o empate nos acréscimos com Camilo e precisou voltar com outra postura no segundo tempo para buscar a vitória, já que o São Caetano também precisava do resultado positivo e ia apertar em campo. "Eu acho que a gente teve a infelicidade de tomar um gol no começo e isso emocionalmente deu uma desestabilizada na equipe, a gente precisou ajustar algumas questões, fazer uma mudança tática no intervalo, melhorar um pouco a qualidade, até que demorou um pouquinho para isso acontecer [...]mas o importante é que a gente criou um volume bom de finalizações", disse o treinador.

O atacante que garantiu a vitória, aos 49 minutos do segundo tempo, foi Moisés. Recém adquirido pelo clube campineiro por R$ 500 mil, ele atuou bem na partida e avançava sempre pelo lado direito, mas com uma mudança do treinador conseguiu balançar as redes a tempo: "Eles estavam dobrando muito no Moisés do outro lado e eu quis nos últimos minutos, por estratégia, trocá-lo de lado para causar um desajuste na equipe deles, até que eles entendam que ele trocou de lado [...]quando troquei, eles demoraram um pouquinho para compreender isso e foi onde apareceu o espaço, ele foi muito bem, feliz, fazendo aquilo que a gente pede, que ele sabe que precisa fazer, sair para os dois lados, ter essa variação de jogada, finalizou bem e nos deu essa vitória", disse Fábio Moreno.

Próximo jogo

A Macaca volta a campo na próxima segunda-feira (26) contra a Inter de Limeira às 20h no estádio Moisés Lucarelli. A partida é válida pela 8ª rodada do Paulistão. Depois de cinco jogos em sete fora de casa, a Ponte Preta terá nessa reta final um total de cinco compromissos, mas quatro serão em seus domínios.

Tabela

A Ponte Preta tem a mesma pontuação da Ferroviária, 10 pontos, mas ainda está em terceiro lugar no Grupo B. O clube deve torcer para a derrota da Ferrinha amanhã às 20h diante do RB Bragantino, em Bragança Paulista, e assim sonhar com o segundo lugar. O líder é o São Paulo com 19 pontos.

Adversário

A Inter de Limeira perdeu dois dos três jogos no retorno do Paulistão e não vive um bom momento. O clube até é o segundo colocado do Grupo A, mas Santo André (3º) e Botafogo (4º) possuem os mesmos seis pontos.

O zagueiro Renan Fonseca, ex-Macaca, falou em entrevista coletiva sobre a seqüência da Inter: "Pensar jogo a jogo, são seis decisões pela frente, com certeza vamos reverter essa campanha. Não acho que o time está jogando mal. Time tem padrão, mas alguns detalhes têm sido contra nós. Precisa da vitória para dar mais confiança, liberdade maior, para o time entrar mais leve".

Escrito por:

Thais H. Bento/ Correio Popular