Publicado 01 de Maio de 2021 - 11h51

Por Estadão Conteúdo

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a Fiocruz a utilizar Insumo Farmacêutico Biológico (IFA) brasileiro na produção de lotes pilotos, em escala comercial, da vacina contra a covid-19. A autorização é um desdobramento da parceria firmada entre a Astrazeneca, dona da tecnologia, e o Instituto Bio-Manguinhos.

A produção vai ser destinada ao Sistema Único de Saúde (SUS). Após a realização dos testes, a Fiocruz vai pedir o registro ou uma autorização de uso emergencial da vacina.

"A aprovação técnica veio após a inspeção que verificou as Boas Práticas de Fabricação da linha de produção e concluiu que Bio-Manguinhos cumpre os requisitos das Condições Técnico-Operacionais (CTO) para iniciar a produção de lotes", informou a Anvisa, em comunicado.

Escrito por:

Estadão Conteúdo