Publicado 30 de Abril de 2021 - 8h44

Por Estadão Conteúdo

O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da zona do euro subiu 1,6% em abril ante igual mês do ano passado, ganhando força ante o acréscimo anual de 1,3% observado em março, segundo dados preliminares divulgados nesta sexta-feira, 30, pela agência de estatísticas da União Europeia, a Eurostat. O resultado deste mês veio acima da previsão de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, de alta de 1,5%.

Apesar do avanço, a inflação de abril permanece abaixo da meta do Banco Central Europeu (BCE), que é de uma taxa ligeiramente inferior a 2%. Apenas o núcleo do CPI do bloco, que desconsidera os preços de energia e de alimentos, registrou alta anual de 0,8% em abril, como esperado.

Desemprego

A taxa de desemprego da zona do euro caiu de 8,2% em fevereiro para 8,1% em março, segundo dados com ajustes sazonais divulgados nesta sexta pela agência Eurostat. O resultado de março surpreendeu analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam taxa de 8,3%. O dado de fevereiro foi revisado para baixo, de 8,3% originalmente.

A Eurostat estima que havia 13,166 milhões de desempregados na zona do euro em março. Em relação a fevereiro, o número de pessoas sem emprego na região teve queda de 209 mil.

Escrito por:

Estadão Conteúdo