Publicado 28 de Abril de 2021 - 21h20

Por Estadão Conteúdo

Dez anos após se curar de um câncer, Reynaldo Gianecchini falou sobre as dificuldades que viveu desde seu diagnóstico até a recuperação da doença. O ator teve um linfoma e, atualmente, vê sua trajetória com orgulho.

"Foi um processo na minha vida muito bonito, na verdade. As pessoas estranham quando eu falo isso, porque parece uma coisa muito cabeluda, e de certa forma é, você encarar a morte. Mas, passar por isso me trouxe bênçãos inacreditáveis", disse ele em entrevista ao podcast Novela das 9.

"Eu saí ganhando muita coisa e tinha a percepção de que esse processo ia me trazer muito conhecimento. Eu estava muito entregue, não briguei com o que era. Eu encarei como um desafio e falei: 'Vou ver o que eu tenho para ver aqui, porque a vida deve estar querendo me mostrar alguma coisa e não vou fugir disso, não vou achar que sou amaldiçoado por estar nessa posição'", completou.

Ao relembrar as sensações que tinha na época, o artista afirma que não sentia tristeza e deu detalhes sobre os aprendizados que adquiriu. "Eu não lembro de tristeza, mas sim de medos e uma certa ansiedade, mas eu estava muito entregue para a minha cura. Basicamente, foi um ponto de mudança enorme nas minhas prioridades: onde eu estava dando importância, para quê dando importância, e, a partir dali, mudei muito".

Por fim, Reynaldo deixou um conselho não só para quem está passando por uma doença, mas todas as pessoas. "Viva o seu processo. Às vezes a gente faz um plano 'A', mas a vida fala assim: 'não, não é por aí, é por aqui'. Então aceite o que ela está te propondo e veja com o coração aberto. Você vai descobrir tanto amor nas novas possibilidades. Tudo tem muita coisa boa para a gente absorver".

Escrito por:

Estadão Conteúdo