Publicado 20 de Abril de 2021 - 18h00

Por AFP

O presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, disse estar "contente" de ver o Manchester City, um dos 12 clubes por trás da polêmica Superliga europeia, anunciar sua retirada de um projeto que ameaçava explodir o futebol europeu.

"Estou contente por receber o City de volta à família do futebol europeu", comemorou o dirigente em declarações feitas à AFP, destacando a "grande inteligência" e "coragem" desta decisão, que representa o primeiro abandono de um dos fundadores do projeto.

cfe/mcd/gh/aam

Escrito por:

AFP