Publicado 20 de Abril de 2021 - 17h31

Por Estadão Conteúdo

A arrecadação de tributos federais apresentou, em março e no primeiro trimestre, os melhores desempenhos para os dois períodos já registrados na série histórica da Receita Federal, que tem início em 1994. Inicialmente, o órgão havia divulgado uma série menor, com início em 2007. Na sequência, porém, informou que os dois dados são recordes também analisando os resultados desde 1994.

A arrecadação de impostos e contribuições federais somou R$ 137,932 bilhões em março. O resultado representa um aumento real (descontada a inflação) de 18,49% na comparação com o mesmo mês de 2020.

Em relação a fevereiro deste ano, houve aumento de 6,98% no recolhimento de impostos.

O resultado das receitas superou todas as expectativas na pesquisa do Broadcast Projeções, cujo intervalo ia de R$ 109,85 bilhões a R$ 128,86 bilhões, com mediana de R$ 122,40 bilhões.

No acumulado do ano até março, a arrecadação federal somou R$ 445,900 bilhões. O montante ainda representa um avanço real de 5,64% na comparação com os primeiros dois meses de 2020.

Escrito por:

Estadão Conteúdo