Publicado 20 de Abril de 2021 - 11h00

Por AFP

O opositor russo Alexei Navalny, em greve de fome há três semanas, está "muito fraco" e "não recebe" assistência médica, segundo sua advogada, que o visitou nesta terça-feira (20) na prisão e pediu que fosse transferido para um hospital civil de Moscou.

"Está muito fraco, quase não consegue se sentar ou falar", disse Olga Mikhailova à imprensa, explicando que "ele não recebe ajuda médica" adequeda no hospital da prisão e exigindo sua transferência.

ea-tbm/alf/sg/bl/mb/aa

Escrito por:

AFP