Publicado 19 de Abril de 2021 - 19h30

Por AFP

Com um gol de cabeça do zagueiro espanhol Diego Llorente, o Leeds (10º) empatou nos últimos minutos (87) com o Liverpool (6º) que desta forma se afastou um pouco mais do G4, que classifica para a próxima Liga dos campeões.

No primeiro tempo, o senegalês Sadio Mané havia colocado os "Reds" na frente (31), mas o empate final deixou o Liverpool com 53 pontos, dois pontos atrás do West Ham, que ocupa a 4ª colocação que dá direito a participar da próxima edição da Champions, e a um ponto do Chelsea, 5º e com uma partida a menos, a que vai disputar com o Brighton nesta terça-feira.

Em caso de vitória, os "Blues" sobem ao pódio no lugar do Leicester, enquanto se empatarem, os jogadores de Thomas Tuchel vão tirar o 4º lugar das mãos do West Ham graças a um melhor saldo de gols.

Após a eliminação da Liga dos Campeões na semana passada diante do Real Madrid, o Liverpool teve que reagir nesta segunda-feira para dar satisfação aos seus torcedores, também indignados ao saber que seu clube é um dos 12 que fundaram uma Superliga paralela às competições tradicionais.

Os jogadores do Leeds entraram em campo vestindo camisetas com mensagens contra o projeto como "Façam por merecer! (a classificação para a Champions) e "O futebol é para os torcedores".

Depois, um pequeno avião sobrevoou o estádio do Leeds com uma faixa na qual se podia ler "#SayNoToSuperLeague" (em português, "Diga Não à Superliga").

Uma prévia do que os seis clubes ingleses (Liverpool, Manchester City, Manchester United, Arsenal, Tottenham e Chelsea) que fazem parte do novo torneio privado, poderão encontrar pela frente.

Mas o projeto tampouco agrada a jogadores do Liverpool e ao próprio treinador. James Milner, um dos capitães, declarou após o jogo: "Levanta muitas dúvidas. A minha opinião pessoal é a de que não gosto e espero que não aconteça".

Antes da partida, o técnico Jürgen Klopp garantiu que o clube não o consultou e que ele não tem "nada contra a atual Champions League".

Diante de um time comandado por Marcelo Bielsa completamente despreocupado e quase sem pressão, tendo praticamente garantido a permanência na Premier League, o Liverpool saiu na frente com um gol de Sané, aproveitando um passe de Trent Alexander-Arnold.

Mas com o passar dos minutos, o Leeds foi assumindo o controle do jogo e poderia ter empatado antes, primeiro com um chute na trave de Patrick Bamford (75) e depois com um disparo de Tyler Roberts que Alisson Becker defendeu (77).

A 32ª rodada da Premier League, com jogos realocados no fim de semana devido às semifinais da FA Cup, segue nesta terça-feira com o jogo do Chelsea, na quarta-feira com o líder Manchester City enfrentando o Aston Villa e na quinta-feira é a vez do Leicester (3º), que recebe o West Bromwich.

Escrito por:

AFP