Publicado 02 de Março de 2021 - 11h20

Por AFP

Três funcionárias de uma emissora de televisão foram mortas a tiros nesta terça-feira (2) em Jalalabad, leste do Afeganistão, menos de três meses após o assassinato de uma das apresentadoras do mesmo meio de comunicação, anunciaram seus colegas de trabalho.

"Esta tarde, um grupo de homens armados atirou e matou três de nossas colegas, três jovens com entre 17 e 20 anos, na cidade de Jalalabad", disse à AFP Zalmai Latifi, diretor da Enikaas TV, explicando que as jovens foram baleados quando deixavam a pé o trabalho.

Latifi especificou que as mulheres foram mortas em dois ataques diferentes. As três trabalhavam no serviço de dublagem da rede.

Zahir Adel, porta-voz do Hospital Provincial de Nangarhar, confirmou o número de vítimas.

No momento, nenhum grupo assumiu a responsabilidade pelos ataques.

A violência no Afeganistão aumentou nos últimos meses, apesar das negociações de paz iniciadas em setembro entre o Talibã e o governo afegão.

Jornalistas, ativistas, juízes e outros membros proeminentes da sociedade civil foram alvos de uma onda de assassinatos em todo o Afeganistão, forçando muitos deles a se esconderem ou fugirem do país.

us-emh-eb/cyb/sg/es/mb/mr

Escrito por:

AFP