Publicado 01 de Março de 2021 - 17h50

Por AFP

O Instagram lançou nesta segunda-feira (1º) sua função "Live Rooms", que permite a transmissão ao vivo de conversas entre até quatro usuários, como já fazem sua empresa-mãe Facebook e a rede social em ascensão Clubhouse.

"Esperamos abrir espaço para mais oportunidades criativas, como criar um "talk show", tocar música ou colaborar com outros artistas, apresentar sessões de perguntas e respostas ou tutoriais mais atraentes", disse o Instagram em um comunicado.

A rede social, que baseou seu sucesso em fotos e vídeos, já contava com uma ferramenta de transmissão ao vivo, mas limitada a duas contas simultâneas. Recentemente, apresentou vários novos recursos, como muitos de seus competidores, devido à explosão do uso dos meios digitais durante a pandemia.

As "lives" nessas plataformas substituíram conferências, shows e eventos esportivos aos quais o público não pode comparecer por causa das restrições de saúde pública.

A partir do modelo do aplicativo de videoconferências Zoom, as plataformas criaram ou aumentaram suas ferramentas para reuniões virtuais entre um grande número de pessoas, seja de forma privada ou pública.

Esse formato, porém, tem a desvantagem de cansar os usuários que já passam o dia todo em frente a uma tela ou mesmo uma câmera.

Isso colaborou para o sucesso do Clubhouse, um app lançado em 2020 voltado para bate-papos em áudio, sem imagens. As pessoas podem escutar o que as interessa enquanto cozinham ou passeiam com seu cachorro.

Essas funcionalidades permitem a monetização da produção de conteúdo dos chamados influenciadores digitais. Além disso, aplica-se o princípio dominante na web: serviços gratuitos com publicidade.

"Os Live Rooms proporcionam aos criadores mais possibilidades de fazer negócios e ganhar dinheiro", afirmou o Instagram, que já considera adicionar recursos de áudio e opções de controle para moderação das conversas.

juj/gm/dga/ic/mvv

FACEBOOK

Escrito por:

AFP