Publicado 26 de Fevereiro de 2021 - 5h30

Ainda está longe de ser o que foi tão intensamente anunciado ou capaz de atender o que dele se esperava, mas é justo reconhecer que o Fora de Hora, da Globo, observou uma melhora bem significativa em suas últimas edições. Por exemplo, o programa levado ao ar nesta última terça-feira em nada foi parecido com os primeiros, especialmente o de sua estreia. As correções realizadas em plano voo, verifica-se, foram das mais acertadas. E o que se percebe é que o Fora de Hora de agora resgatou muito daquilo que o Tá no Ar apresentou no passado, o que também leva qualquer um a questionar o porquê da troca. Ou da substituição de um pelo outro. Enfim, nada mais justo este reconhecimento, assim como são sempre muito bons os trabalhos de Renata Gaspar, Paulo Vieira, Marcelo Adnet, Verônica Debom e Welder Rodrigues, entre outros.