Publicado 07 de Fevereiro de 2021 - 5h30

As produções do SBT já voltaram a trabalhar, depois das férias, em janeiro, mas que, na prática, tiveram início em meados de dezembro. Porém, as gravações de todos os programas – exceção ao jornalismo e Fofocalizando, que pararam apenas alguns dias, continuam suspensas e só serão reiniciadas em março. Resta saber se a economia que isso significa poderá compensar possíveis perdas na audiência. Audiência que, em se tratando de televisão, é dinheiro. E o que mais pesa no caixa. De todas as grandes redes, incluindo Band e Rede TV! no meio delas, o SBT ainda é o único que adota essa prática de paralisar tudo antes do Natal e Ano Novo, fechar os estúdios e só retornar com inéditos em março. Até lá, vai com reprises ou “melhores momentos”, em uma tentativa clara de enganar os seus telespectadores. Resta saber se alguém já se preocupou em também contabilizar o que se perde com isso.