Publicado 22 de Fevereiro de 2021 - 16h38

Por Lucas Rossafa/ Correio Popular

Com novos reforços, Alan Aal projeta maior competitividade entre os atletas do Guarani em 2021

Divulgação/ Guarani

Com novos reforços, Alan Aal projeta maior competitividade entre os atletas do Guarani em 2021

Ainda sem alguns reforços confirmados pelo Conselho de Administração. O técnico Allan Aal começa a definir o time do Guarani para a estreia no Campeonato Paulista, em 1º de março, diante do Ituano, no Brinco de Ouro da Princesa.

Nos primeiros treinos com bola em Águas de Lindóia, onde elenco bugrino realiza a pré-temporada, o treinador optou pela presença de Bruno Silva entre os zagueiros e Mateus Ludke, revelado nas categorias de base, na lateral-direita.

Com alteração na ala, Pablo foi deslocado para o sistema ofensivo, função desempenhada na maior parte do returno na Série B do Campeonato Brasileiro, com Renanzinho e Matheus Souza, pratas da casa, entre os reservas, além da presença de Rafael Costa como referência na frente.

Em relação aos contratados no decorrer de fevereiro, o volante Bruno Reis e o meio-campista Tony já aparecem entre os iniciais do Alviverde, formando um tripé no setor com Marcelo, de contrato renovado.

A escalação titular proposta por Aal durante as movimentações técnicas e táticas teve Gabriel Mesquita; Mateus Ludke, Romércio, Bruno Silva e Bidu; Marcelo, Bruno Reis e Tony; Pablo, Bruno Sávio e Rafael Costa.

"Nós temos uma ideia, sim, de equipe. Obviamente, a gente vai observar todos os jogadores da mesma maneira durante esse período de treinamentos. Eu sempre falei, desde o início, que a competitividade positiva interna é sadia", disse Allan, em coletiva.

"Em cima daquilo que imaginamos como ideal para estreia, vamos buscando peças dentro do elenco e aguardando também algumas situações que a diretoria vem trabalhando intensamente nos bastidores. A ideia é que eu possa ter um leque a mais na montagem da equipe até mesmo para primeira rodada", acrescentou.

Com alguns coringas, como os casos de Pablo, Bruno Silva, Bruno Reis, Tony e Bruno Sávio, Aal projeta maior competitividade entre os atletas do Guarani em 2021.

"A gente procura, acima de tudo, montar uma equipe competitiva, ainda mais em início de temporada. É fundamental que haja uma competitividade alta e uma organização muito bem definida, independentemente do esquema utilizado. A ideia de jogo tem que ser coletiva, apesar de o individual aparecer em muitos momentos, o que é normal", analisou.

"Isso vem sendo colocado no dia a dia para que os reforços se encaixem o mais rápido possível e também para que, em uma eventual perda, a gente não sofra tanto e não fique tão dependente de uma maneira de jogar", disse.

A prioridade do Departamento de Futebol é entregar à comissão técnica, pelo menos, mais dois reforços. Os últimos nomes confirmados pelo Bugre foram o lateral-direito Éder Sciola, o zagueiro Airton e o volante Rodrigo Andrade.

Escrito por:

Lucas Rossafa/ Correio Popular