Publicado 15 de Fevereiro de 2021 - 15h13

Por Lucas Rossafa/ Correio Popular

Ponte Preta tem semana de treinamentos leves, pré-temporada do elenco está sendo definida pela diretoria

Alvaro Jr/ Ponte Preta

Ponte Preta tem semana de treinamentos leves, pré-temporada do elenco está sendo definida pela diretoria

Contratado em outubro, o zagueiro ampliou vínculo com a Macaca até o fim da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com 12 jogos disputados nos últimos quatro meses, o beque fechou a competição nacional entre os titulares e teve nome aprovado por Fábio Moreno para dar sequência aos trabalhos no Estádio Moisés Lucarelli - o fato de ser canhoto e experiente também pesou na definição da permanência.

Enquanto a diretoria executiva está à procura de mais dois nomes para o setor, Thiago Lopes, revelado nas categorias de base, é a única opção no plantel, mesmo porque Luizão está afastado por tempo indeterminado. O atleta quebrou o dedinho da mão na derrota diante da Chapecoense, foi submetido à cirurgia e está entregue ao Departamento Médico.

Antes de Ruan Renato, a Ponte Preta já havia selado renovação com outros cinco atletas do grupo de 2020: o lateral-direito Apodi, o defensor Rayan, o lateral-esquerdo Yuri, o meio-campista Camilo e o centroavante Wanderley - todos possuem acordo válido por mais um ano.

BID

De olho em estreia no Campeonato Paulista, a Ponte Preta realizou inúmeras movimentações entre quinta e sexta-feira, no Boletim Informativo Diário (BID), ferramenta de registro de jogadores na Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

A Macaca resolveu as situações burocráticas dos defensores Rayan e Ruan Renato, do lateral-direito Apodi, do lateral-esquerdo Yuri, do meio-campista Camilo e dos atacantes Paulo Sérgio e Wanderley - todos os vínculos são válidos até 31 de novembro de 2021.

Por fim, o zagueiro Léo, emprestado à Internacional de Limeira para participar do Campeonato Paulista, prorrogou vínculo de 31 de dezembro de 2021 até 31 de maio de 2022, além de ser contemplado com valorização salarial pela diretoria executiva.

Por outro lado, na contramão de chegadas ao Estádio Moisés Lucarelli, o clube campineiro já encerrou qualquer tipo de vínculo, após publicação no BID, com dois atletas: o lateral-esquerdo Ernandes, a caminho do Mirassol, e o volante Bruno Reis, em negociação com o rival Guarani.

A saída da dupla faz parte de um processo de redução de custos por parte do Departamento de Futebol durante montagem do elenco para disputa da próxima temporada.

O objetivo principal é cortar os salários altos de atletas sem status de unanimidade e descartáveis para investir em novas peças, em especial dois beques - o nome de Ednei, sem renovar com o Cuiabá, é o mais cotado para desembarcar no Majestoso no início da próxima semana.

A Ponte Preta deve anunciar na segunda-feira o local em que fará a pré-temporada para o Paulistão 2021.

Escrito por:

Lucas Rossafa/ Correio Popular