Publicado 15 de Fevereiro de 2021 - 12h22

Por Adriana Giachini/ Correio Popular

Daniela Gatti, diretora de Cultura: “A missão da secretaria é dar horizonte mais amplo aos artistas, através de diálogo com a comunidade”

Divulgação/ Unicamp

Daniela Gatti, diretora de Cultura: “A missão da secretaria é dar horizonte mais amplo aos artistas, através de diálogo com a comunidade”

Dançarina, pesquisadora e professora na área da dança contemporânea no Departamento de Artes Corporais do Instituto de Artes na Unicamp, a campineira Daniela Gatti assumiu, na última quinta-feira, o desafio de ser a nova diretora de Cultura de Campinas. Seu nome foi confirmado pela secretária da pasta, Sandra Ciocci, juntamente com a nomeação da servidora de carreira Marianne Elisabeth Bockelmann, para a direção administrativa.

Artista desde o berço, como costuma dizer, uma vez que toda a família sempre esteve envolvida com a arte – sua irmã é Patricia Gatti, do grupo Anima -, Daniela tem grande parte do currículo dedicado a formação do artista, através da educação, e à Unicamp. Não por coincidência, expressões que ela resgata ao falar sobre a cena artística da cidade e suas convicções do que acredita que pode ser feito pela administração no fomento da área.

“Em primeiro lugar quero agradecer o convite e dizer que estou muito feliz. A possibilidade de colaborar neste momento de excepcionalidade que vivemos, com a pandemia, me fez aceitar o desafio, pensando que a cultura foi uma das áreas mais afetadas pelo covid-19. Me senti na obrigação de me colocar à disposição para auxiliar nesta retomada com o desafio de novamente articular e fomentar a arte para cidade”, diz Daniela.

Na avaliação da nova diretora, em consenso com as diretrizes da pasta, o trabalho está em valorizar os artistas de renome de Campinas, mas também estabelecer a cidade como polo de formação artística, através de uma união de força com escolas de arte, conservatórios e Universidades.

“Acredito que seja importante resgatar o valor, na área da formação, assim como espaço de trabalho. A missão da secretaria é dar horizonte mais amplo aos artistas, através do diálogo com a comunidade e, claro, do entendimento de que a arte é interdisciplinar, ou seja, envolve vários formatos e gêneros. Hoje, nossa cidade já é conhecida como polo tecnológico, mas acredito que é preciso trabalhar conjuntamente para sermos polo cultural. Essa união é o que fará a cidade ser desenvolvida de modo real e efetivo”

Carreira acadêmica

Daniela é doutora em Artes pela Unicamp com a tese Sade na Dança: Um processo artístico em Redes de Saberes, tendo como resultado o espetáculo Vícios e Virtudes, que conquistou o Prêmio Proac 2009/2010. Seu mestrado foi igualmente na Unicamp com o trabalho "Medéia: Um Experimento Coreográfico". Daniela Gatti e licenciada em artes cênicas pela Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC e estudou na Rotterdamse Dansacademie da Holanda.

Como gestora, ela coordenou o curso do ensino de graduação em dança da Unicamp de 2012 a 2017. Também coordenou os cursos de graduação do Instituto de Artes (2014 a 2016) e, atualmente, exerce o cargo de assessora da pró-reitoria de graduação da Unicamp, coordenando e participando de comissões internas da universidade.

"Pela primeira vez teremos três mulheres à frente da Cultura. A professora Daniela Gatti é uma grande gestora com elevada expertise no mundo da arte. Vem da Unicamp e será um grande reforço. Já Marianne Bockelmann tem uma história de excelência como gestora pública. Seu conhecimento e experiência vão certamente contribuir de modo expressivo para novos e melhores avanços em nossa secretaria", afirmou a secretaria Sandra Ciocci.

Diretoria administrativa

A diretora do Departamento Administrativo é bacharel em Ciências Jurídicas pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas). Ela dirige e orienta atividades administrativas e técnicas, promovendo a gestão das ações desenvolvidas pelas coordenadorias e seus setores.

Marianne Bockelmann também atuou na assessoria da presidência do Instituto de Previdência Social do Município de Campinas (Camprev) e junto à Diretoria Administrativa, elaborou projetos básicos para aquisição de bens e serviços. Foi responsável também pela confecção de contratos e atas de registro de preços e foi gestora administrativa e fiscal de contratos do Instituto da Previdência.

Escrito por:

Adriana Giachini/ Correio Popular