Publicado 25 de Fevereiro de 2021 - 12h57

Por Luiz Roberto Saviani Rey/ Correio Popular

A Câmara Fderal começou ontem a discutir a PEC da Imunidade. A prisão do deputado Daniel Silveira, por ataques ao STF e defesa do AI-5, coloca fervura na Casa. Há quem defenda condição mais branda, cabendo imunidade em qualquer hipótese. Uma das vozes distoantes, o deputado Carlos Sampaio (PSDB ) entende que não se pode usar a imunidade para ataques contra pessoas e para pregar violência. Desse embate, sairá texto que regulará a punição aos boquirrotos do Parlamento.

Noite sem fim

O prefeito Dário Saadi manteve ontem, do fim da tarde ao fim da noite, uma de suas mais longas reuniões decisórias. O encontro na sala do quarto andar do Palácio dos Jequitibás foi com o secretário de Educação, José Tadeu Jorge. Longas ponderações, análises de conjuntura, conferência dos dados da covid e das condições de mobilidade em pandemia, para uma decisão sobre o adiamento ou não do início das auias na rede municipal. A definição ficou para hoje.

"Imunidade não pode ser atestado para a prática de crimes", Carlos Sampaio, deputado campineiro

MULHER

O prefeito Dário Saadi abriu ontem licitação para a construção do Hospital da Mulher. O objetivo, segundo afirmou, é o de dar atenção e melhorar a saúde da mulher.

TRENZINHO CAIPIRA

A Comissão Permanente para Assuntos da Região Metropolitana, presidida pelo vereador Luiz Cirilo (PSDB) realiza às 16h30 de hoje sua primeira reunião. Na pauta, discussão sobre a proposta de João Doria para a implantação do Trem Intercidades, ligando a capital a Campinas.

TRENZINHO CAIPIRA 2

O governo do Estado prepara consulta pública e vai estimar o custo da licitação. O trem, caso seja viabilizado, ligará a Estação Palmeiras-Barra Funda à Estação Cutura em Campinas. Cirilo quer acompanhar todas as etapas.

LEITO HOSPITALAR

Otto Alexandre, vereador do PL, quer a publicação de lista de espera atualizada de pacientes que aguardam procedimentos médicos no SUS.

PELA VERDADE

Ficou agendada para o dia 2 de março - a próxima terça-feira -, a audiência pública para debate do projeto de lei de autoria do vereador Professor Alberto sobre a campanha contra as Fakenews em Campinas.

GRAMOFONE

A Câmara Municipal de Campinas terá um novo ouvidor a partir de hoje. Venceu ontem o mandato do ex-vereador Tadeu Marcos, irmão do prefeito Jonas Donizette. O ouvidor que assume é o assistente social Helinton Damasceno.

***

Damasceno tem longo vínculo com a administração pública. A função da Ouvidoria é constituir elo entre cidadãos e os serviços públicos do Legislativo.

BOMBEIRO

O vereador Carmo Luiz (PSC) propôs ontem projeto de lei que proíbe uso de produtos químicos inflamáveis durante impermeabilização ou blindagens em recintos fechados.

***

O histórico da explosão em apartamento de Curitiba que matou menino de 11 anos deu embasamento à sua propopsta.

SÍTIO

Frase apanhada nos meios comerciais da cidade: “O João Doria foi longe demais com esse negócio de toque de recolher! Parece filme de Costa Gavras”. 

Escrito por:

Luiz Roberto Saviani Rey/ Correio Popular