Publicado 26 de Fevereiro de 2021 - 16h10

Por AFP

Pemex, a petroleira estatal do México, registrou perdas de quase US$ 23 bilhões em 2020, quando enfrentou a "pior crise de sua história" devido à pandemia da covid-19, anunciou a empresa nesta sexta-feira (26).

"No fechamento do ano fiscal 2020, Petróleos Mexicanos registrou uma perda líquida" de 481 bilhões de pesos (22,97 bilhões de dólares), contra 347,9 bilhões de pesos em 2019 (16,58 bilhões de dólares), diz o comunicado.

As perdas de 2020 são 38% maiores que as de 2019, segundo o balanço, que detalhou que no mesmo período as vendas totais caíram 32%.

Devido à pandemia, "2020 foi um ano de grande complexidade para a humanidade" e a "Petróleos Mexicanos não ficou longe desta situação mundial e enfrentou a pior crise de sua história", ressaltou a empresa.

"A combinação inédita de preços baixos do petróleo e de produtos petrolíferos" somou-se a uma "profunda queda do consumo de combustíveis que corroeu os fluxos de caixa de todas as empresas petroleiras", acrescentou.

No quarto trimestre de 2020, a Pemex registrou um lucro líquido de 124,2 bilhões de pesos (5,92 bilhões de dólares).

"Há mais de quatro anos que a Pemex não alcançava dois trimestres consecutivos de lucro líquido", destacou a estatal, que registrou um lucro de 1,4 bilhão de pesos (cerca de 64 milhões de dólares) no terceiro trimestre de 2020.

jg/axm/yow/aa/mvv

Escrito por:

AFP