Publicado 26 de Fevereiro de 2021 - 11h51

Por Estadão Conteúdo

O setor público consolidado (Governo Central, Estados, municípios e estatais, com exceção de Petrobras e Eletrobras) registrou um superávit nominal de R$ 17,928 bilhões em janeiro. Em dezembro, o resultado nominal havia sido deficitário em R$ 75,808 bilhões. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira, 26, pelo Banco Central.

No mês passado, o governo central registrou superávit nominal de R$ 4,797 bilhões. Os governos regionais tiveram saldo positivo de R$ 13,160 bilhões, enquanto as empresas estatais registraram déficit nominal de R$ 29 milhões.

O resultado nominal representa a diferença entre receitas e despesas do setor público, já após o pagamento dos juros da dívida pública. Em função da pandemia do novo coronavírus, que reduziu a arrecadação dos governos e elevou as despesas, o déficit nominal vinha sendo mais elevado nos últimos meses.

Em 12 meses até janeiro, há déficit nominal de R$ 1,017 trilhão, ou 13,67% do Produto Interno Bruto (PIB).

Escrito por:

Estadão Conteúdo