Publicado 26 de Fevereiro de 2021 - 9h12

Por Estadão Conteúdo

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) buscou se defender de críticas sobre a falta de privatizações sob o seu governo e, em transmissão ao vivo em suas redes sociais nesta quinta-feira, 25, afirmou que privatizar uma estatal não é colocá-la na prateleira e "quem dá mais leva". Ele falava do projeto de lei de desestatização dos Correios, entregue na quarta-feira, 24, ao Congresso.

"É um processo complexo. Existem vários estudos, vários órgãos, entra o BNDES em campo, o ministério específico ao qual está integrada a estatal, entra o Ministério da Economia e depois o Congresso Nacional", comentou Bolsonaro. "Não é fácil, mas estamos fazendo nossa parte", sustentou.

Escrito por:

Estadão Conteúdo