Publicado 25 de Fevereiro de 2021 - 21h00

Por AFP

Uma enorme tapeçaria representativa da Guernica de Pablo Picasso, que esteve na entrada da sede do Conselho de Segurança da ONU por mais de três décadas para conscientizar os diplomatas dos riscos da guerra, foi recuperada por seu proprietário, Nelson Rockefeller Junior, anunciou-se nesta quinta-feira (25) na ONU.

Encomendada em 1955 por Nelson Rockefeller e tecida pela francesa Jacqueline de La Baume-Dürrbach, esta tapeçaria foi cedida à ONU em 1984.

Presidentes, ministros, embaixadores que assistiam às reuniões do Conselho de Segurança passaram diante da peça rumo à sala de reuniões do organismo mais importante das Nações Unidas, responsável pela paz no mundo.

A ONU não explicou porque a família Rockefeller quis recuperar a tapeçaria. Tampouco pôde obter comentário imediato da Fundação Rockefeller.

Nesta quinta, a enorme parede onde ficava a tapeçaria, que representa o bombardeio da cidade de Gernika, em 26 de abril de 1937, pela Alemanha nazista e a Itália fascista, estava vazia.

prh/dax/dg/dga/mvv

Escrito por:

AFP