Publicado 25 de Fevereiro de 2021 - 18h00

Por AFP

Mais de 2,5 milhões de mortes causadas por covid-19 foram registradas em todo o mundo desde o início da pandemia, em dezembro de 2019, de acordo com um balanço realizado pela AFP a partir de dados oficiais até as 17h30 GMT desta quinta-feira.

No total, 2.500.172 mortes foram registradas, sobre 112.618.488 casos. A Europa, com 842.894 mortos, é a região mais enlutada, à frente de América Latina/Caribe (667.972) e EUA/Canadá (528.039). Cinco países (Estados Unidos, Brasil, México, Índia e Reino Unido) respondem por quase metade das mortes.

Desde o fim de janeiro, a curva de mortos diminuiu consideravelmente. O mundo registrou uma média de 66.800 mortos na semana passada, cerca de 9.500 por dia. As cifras são bastante inferiores às da semana mais letal já registrada. De 20 a 26 de janeiro, foram reportadas 101.400 mortes, uma média de 14.500 por dia. As cifras diárias retornaram ao nível do começo de novembro.

A Europa, que desde outubro é o epicentro da pandemia, registrou nos últimos sete dias mais de um terço das mortes do mundo. Os 52 países e territórios da região, no entanto, tiveram na semana passada uma média de 3,4 mil mortes diárias, 14% a menos do que na semana anterior.

A tendência também diminui na maioria dos demais continentes. EUA e Canadá registram a queda mais forte, de 23%, em relação à semana passada, seguidos por Europa, África (-13%) e América Latina/Caribe (-7%).

Em relação à sua população, a Bélgica é o país com maior número de mortos, 1.900 por milhão de habitantes, seguida por República Tcheca (1.850), Eslovênia (1.830), Reino Unido (1.790) e Itália (1.600).

bur-sim-meh/aud/bds/mr/lb

Escrito por:

AFP