Publicado 25 de Fevereiro de 2021 - 7h00

Por AFP

Uma discreta ave passeriforme que não era vista há 172 anos foi enfim avistada em um bosque na parte indonésia da ilha de Bornéu - relata a ONG Global Wildlife Conservation, que anunciou esta "impressionante" descoberta.

O "black-browed babbler (Malacocincla perspicillata)" era considerado extinto, já que não se voltou a observar nenhum exemplar desde a descrição do primeiro animal por um grupo de cientistas em 1848, apesar das múltiplas campanhas lançadas para encontrar esta reservada ave.

Em outubro passado, porém, dois residentes da província de Kalimantan do Sul, na Indonésia, pegaram um pássaro que não reconheceram, tiraram uma foto dele e o devolveram à floresta, disse a Global Wildlife Conservation, uma associação de proteção da natureza.

As imagens foram enviadas para ornitólogos, que reconheceram formalmente um Malacocincla perspicillata.

"Foi como uma iluminação", disse Panji Gusti Akbar, o principal autor de um estudo publicado nesta quinta-feira pelo periódico BirdingASIA.

"Esta ave é, com frequência, considerada o maior enigma da ornitologia da Indonésia. É impressionante saber que não está extinta e que vive nos bosques de terras baixas", celebrou.

Sabe-se muito pouco sobre esse passeriforme de cores cinza e marrom, que se acreditava estar "extinto" há mais tempo do que qualquer outra espécie de ave asiática, de acordo com o artigo.

Os pesquisadores esperavam voltar à área de observação, mas o projeto acabou frustrado pelas restrições impostas para lutar contra a covid-19.

Mais de 150 espécies de pássaros em todo mundo são consideradas "extintas", pois não foram confirmadas observações nos últimos dez anos.

pb/jac/at/msr/zm/tt

Escrito por:

AFP