Publicado 25 de Fevereiro de 2021 - 6h00

Por AFP

O primeiro-ministro armênio, Nikol Pashinyan, denunciou nesta quinta-feira uma tentativa de golpe de Estado militar depois que o Estado-Maior do exército pediu a renúncia de seu governo.

"Considero que a declaração do Estado-Maior é uma tentativa de golpe de Estado militar. Peço a todos os nossos partidários que se reúnam na Praça da República em Yerevan", escreveu Pashinyan em sia página no Facebook.

mkh-alf/rco/mar/zm/fp

Escrito por:

AFP