Publicado 24 de Fevereiro de 2021 - 15h10

Por Estadão Conteúdo

Os estoques de petróleo nos Estados Unidos aumentaram 1,285 milhão de barris na semana encerrada no dia 19 deste mês, a 463,042 milhões de barris, informou nesta quarta-feira, 24, o Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês). Analistas ouvidos pelo Wall Street Journal previam queda de 4,9 milhões de barris.

Apesar do avanço surpreendente, os mercados repercutiram o recuo de 2,6 milhões na produção das refinarias, refletindo a paralisação imposta pela tempestade de frio no Texas. Com isso, por volta das 12h55, o barril do WTI para abril subia 2,24%, a US$ 63,04, e o do Brent para mesmo mês se elevava 2,54%, a US$ 67,02

Já os estoques de gasolina aumentaram 12 mil barris, a 257,096 milhões de barris, ante expectativa de perda de 3 milhões barris. Os estoques de destilados tiveram queda de 5,969 milhões de barris, a 152,715 milhões de barris, quando a previsão era de baixa de 4,4 milhões de barris.

A taxa de utilização das refinarias caiu de 83,1% na semana anterior para 68,6% na mais recente, ante previsão de 75,10%. Os estoques de petróleo em Cushing tiveram alta de 2,807 milhões de barris, a 47,823 milhões de barris.

A produção média diária de petróleo dos EUA, por sua vez, recuou de 10,8 de barris na semana anterior a 9,7 milhões de barris na mais recente, informou o DoE.

*Com informações da Dow Jones Newswires

Escrito por:

Estadão Conteúdo