Publicado 23 de Fevereiro de 2021 - 16h50

Por AFP

Um Real Madrid repleto de desfalques viaja a Bérgamo para pôr à prova sua atual boa fase contra o Atalanta no jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões.

"A dinâmica é boa. Estamos fazendo as coisas bem e queremos fazer um bom jogo", disse o técnico merengue, Zinedine Zidane, em entrevista coletiva nesta terça-feira.

"Temos que seguir fazendo o que temos feito bem ultimamente: não conceder muitas chances e ao mesmo tempo criá-las", disse Zidane.

A equipe madrilenha acumula quatro vitórias consecutivas no campeonato espanhol, o que a deixou a três pontos do líder Atlético de Madrid.

Apesar de contar com esta sequência positiva no campeonato nacional, o Real Madrid se lança nesta quarta-feira na Champions abalado pelos desfalques.

Zidane ainda não pode contar com seu capitão, Sergio Ramos - que fez uma operação no menisco e que, segundo a imprensa, gostaria de retornar à equipe no jogo de volta, em março - e nem com o astro belga Eden Hazard.

O técnico merengue não poderá contar com o meia uruguaio Fede Valverde, nem com os brasileiros Rodrygo, Marcelo e Militão, e tampouco com o lateral Dani Carvajal.

A esta longa lista quem se juntou na semana passada foi Karim Benzema, vítima de um problema muscular no adutor esquerdo, que não poderá se recuperar a tempo para o duelo.

"Há jogadores que não estão (em condições), mas há outros que sim e vamos jogar com eles, preparamos bem este jogo", disse Zidane nesta terça-feira.

O Real Madrid vai tentar recuperar seu ímpeto na Europa, depois de ficar à beira do abismo na fase de grupos, em que conseguiu a classificação na última rodada, levantando algumas dúvidas sobre as possibilidades da equipe merengue na Europa.

"É uma final para nós, a Champions League para mim começa agora, são os jogos que queremos", afirmou um animado Toni Kroos durante uma coletiva de imprensa nesta terça-feira.

O time de Zidane não terá uma vida fácil diante da Atalanta, quinto colocado do campeonato italiano, e que acumula cinco jogos sem perder.

Escrito por:

AFP