Publicado 22 de Fevereiro de 2021 - 6h30

Por AFP

As autoridades neozelandesas tentavam salvar nesta segunda-feira (22) dezenas de baleias-piloto encalhadas em uma faixa do litoral no extremo norte da Ilha Sul, um local que registra incidentes do tipo com frequência.

O Ministério da Conservação (DOC) informou que os 49 mamíferos foram localizados na manhã de segunda-feira em Farewell Spit, uma faixa de areia 90 km ao norte da cidade de Nelson.

Durante a tarde, ao menos nove animais foram declarados mortos e 60 pessoas lutavam para manter as demais baleias com vida, na esperança de que consigam retornar ao oceano com a maré, indicou o DOC.

"Especialistas de mamíferos marinhos vão participar nas operações de devolução ao mar e nos cuidados na praia, tentando mantê-las na temperatura e úmidas", disse uma porta-voz do DOC.

Farewell Spit é uma faixa de areia de 26 km de comprimento que avança para o mar em Golden Bay.

Nesta área já foram registrados os encalhes de vários grupos de baleias nos últimos 15 anos. Em fevereiro de 2017, quase 700 ficaram encalhadas em Farewell Spit e 250 faleceram na tragédia.

Não existe uma explicação científica determinada para o fenômeno.

As especulações oscilam entre doença, erros de navegação, presença de predadores, condições meteorológicas extremas ou problemas relacionados com a topografia de alguns lugares.

Mas alguns especialistas acusam a atividade humana e sobretudo as perturbações geradas pelos radares de alta frequência.

ns-dm/jac/ybl/af/dga/fp

Escrito por:

AFP