Publicado 21 de Fevereiro de 2021 - 14h30

Por Estadão Conteúdo

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) confirmou na sexta-feira, 19, que receberá mais dois milhões de doses prontas da vacina contra a covid-19 da AstraZeneca com a Universidade de Oxford, que virão do Instituto Serum, da Índia. O novo lote deverá chegar até o fim deste mês e irá auxiliar na campanha nacional. Em algumas cidades, como o Rio, o processo foi suspenso por falta de imunizantes.

O acordo firmado entre a Fiocruz, a AstraZeneca e o Instituto Serum prevê a aquisição de um total de dez milhões de vacinas importadas, além de dois milhões já recebidas em 24 de janeiro. As outras oito milhões de doses serão importadas ao longo dos próximos dois meses, mas ainda não há data prevista.

Na última semana, três capitais do País - Rio, Salvador e Cuiabá - anunciaram que não vão mais aplicar a primeira dose do imunizante até a chegada de novas remessas. Outras, como Curitiba, informaram que só tinham volume suficiente para mais alguns dias.

Escrito por:

Estadão Conteúdo