Publicado 20 de Fevereiro de 2021 - 16h20

Por AFP

Um ex-mandatário das Ilhas Turcas e Caicos foi escolhido neste sábado (20) para retornar ao poder, depois que seu partido garantiu uma vitória esmagadora nas eleições gerais do minúsculo território britânico.

O Partido Nacional Progressista (PNP) de Washington Misick conquistou 14 das 15 cadeiras em disputa, após prometer "turbinar" a economia, criar empregos e reduzir o alto custo de vida no ensolarado arquipélago caribenho de 40 mil habitantes.

O homem de 70 anos é o irmão mais velho do ex-premier Michael Misick, acusado de corrupção, mas é amplamente visto como alguém fiel e sensato com muitos anos de experiência política. Ele liderou as ilhas no início dos anos 90 e também foi ministro das Finanças de 2012 a 2016.

O PNP tirou do poder o Movimento Democrático Popular - comandado pela primeira mulher primeira-ministra do território, Sharlene Cartwright-Robinson - após um único mandato.

Michael Misick foi um dos primeiros a parabenizar seu irmão, postando a mensagem "GANHAMOS!" em sua página do Facebook quando a contagem chegou ao fim.

Cartwright-Robinson, que esperava ser reeleita em reconhecimento por sua gestão da pandemia e de dois furacões em 2017, admitiu a derrota, dizendo que estava "grata" a seus apoiadores.

As Ilhas Turcas e Caicos estão lutando atualmente contra 300 casos ativos de covid-19 e havia temores de que a eleição fosse adiada.

Em vez disso, havia uma série de medidas de segurança em vigor. O uso de máscaras era obrigatório e os funcionários das seções eleitorais trabalharam atrás de telas de acrílico com EPI completo.

Os eleitores em quarentena, incluindo aqueles com covid-19, foram restritos a um horário estipulado de votação noturno.

Os resultados mostraram que o PNP ganhou nove de 10 constituintes, além de todos os cinco assentos que representam um distrito geral das ilhas. Os outros quatro assentos dos 19 da Câmara da Assembleia serão nomeados pelo governador.

str/dw/ic

Escrito por:

AFP