Publicado 19 de Fevereiro de 2021 - 7h50

Por AFP

Os partidos de oposição na Grécia culparam o governo pela lentidão da ajuda, enquanto milhares de casas em Atenas continuavam sem energia elétrica nesta sexta-feira (19), após a onda de frio que deixou quatro mortos no país.

A operadora da rede de distribuição de eletricidade disse que está fazendo todo o possível para restabelecer a energia de cerca de 3.500 casas nos subúrbios ao norte de Atenas.

No município de Dionysos, onde a situação é mais crítica, foi declarado estado de emergência. Muitas pessoas não têm água corrente, derretem neve para cozinhar e beber e mantêm seus alimentos perecíveis do lado de fora.

"Ninguém voltará para casa até que a eletricidade seja restabelecida em todas as casas", disse o primeiro-ministro Kyriakos Mitsotakis aos deputados, na quinta-feira (18).

O governo é culpado pela esquerda e pela direita pela lentidão dos auxílios.

Os prefeitos gregos também questionam a ineficiência da operadora da rede elétrica, que está em processo de privatização.

jph/cac/at/mab/es/tt

Escrito por:

AFP