Publicado 18 de Fevereiro de 2021 - 13h10

Por AFP

Pelo menos 6.400 civis foram executados por militares na Colômbia e apresentados como caídos em combate, um número que triplica o número de vítimas estimado até o momento - revelou, nesta quinta-feira (18), o tribunal que investiga os crimes mais atrozes do conflito interno.

A Jurisdição Especial para a Paz (JEP) investigou o escândalo que envolve forças do Estado e descobriu que "pelo menos 6.402 colombianas e colombianos foram vítimas de mortes ilegitimamente apresentadas como baixas em combate entre 2002 e 2008", afirma o organismo em um comunicado.

dl-vel/ll/tt

Escrito por:

AFP