Publicado 17 de Fevereiro de 2021 - 17h30

Por AFP

O sudeste dos Estados Unidos se preparava para outra grande tempestade de inverno nesta quarta-feira(17), quando milhões de pessoas enfrentaram um frio recorde em meio a cortes de energia que as deixaram sem aquecimento no Texas.

O Serviço Meteorológico Nacional (NWS) emitiu alertas e avisos para a tormenta que deve afetar 100 milhões de americanos na área central do país.

Algumas áreas do Texas, Louisiana, Arkansas e Mississippi devem sofrer acumulações de gelo "paralisantes" que podem causar mais cortes de energia e danos às árvores, além de tornar as estradas perigosas.

O NWS acrescentou que a massa de ar do Ártico começava a perder vapor nesta região, desacostumada ao frio extremo, onde as temperaturas devem se manter congelantes.

"As temperaturas permanecerão em 20 e 35°F (1 e -6°C) graus abaixo do normal nas Planícies Centrais, no Vale do Mississippi e na parte inferior dos Grandes Lagos", explicou o NWS.

Mais de 20 mortes relacionadas a tempestades de inverno foram relatadas desde que o clima frio se intensificou na semana passada, muitas delas devido a acidentes de trânsito no Texas, Kentucky e Missouri.

Jeff Zients, o coordenador de resposta ao coronavírus da Casa Branca, afirmou que o frio afeta a entrega e distribuição das vacinas da covid-19.

"Há certas regiões do país, Texas entre elas, onde os locais de vacinação estão compreensivelmente fechados", ressaltou Zients. "Estamos incentivando os governadores e outros parceiros a estenderem o horário de reabertura", continuou.

De acordo com PowerOutage.us, mais de 3,4 milhões de usuários ficaram sem energia nesta quarta-feira no Texas, o único dos 48 estados continentais do país que tem sua própria rede elétrica independente.

"Mais miséria pela frente", era a manchete da primeira página do San Antonio Express-News. "Falhas de energia", escreveu o Houston Chronicle.

Beto O"Rourke, ex-candidato presidencial democrata do Texas, declarou ao MSNBC que a situação é "pior do que se ouve falar". "As pessoas passaram dias sem eletricidade", acrescentou. "Elas estão sofrendo", finalizou.

"A capital da energia da América do Norte não é capaz de fornecer a energia necessária para aquecer e fornecer energia às casas das pessoas que vivem neste grande estado", acrescentou O"Rourke. "Estamos perto de ser um estado falido no Texas", comentou.

Austin Energy, a empresa de energia local, anunciou que quase 200.000 pessoas da região estavam sem energia.

"Os usuários devem estar preparados para ficar sem energia durante toda a quarta-feira e possivelmente por mais tempo", acrescentou. A empresa publicou a localização dos "centros de aquecimento" instalados nas escolas da região.

Escrito por:

AFP