Publicado 16 de Fevereiro de 2021 - 14h24

Por Estadão Conteúdo

A anglo-australiana BHP, maior mineradora do mundo em valor de mercado, divulgou que teve lucro líquido de US$ 3,88 bilhões no segundo semestre de 2020, 20% menor do que o ganho de US$ 4,87 bilhões apurado no mesmo período de 2019. O resultado foi prejudicado por despesas extraordinárias no valor de US$ 2,2 bilhões, incluindo US$ 400 milhões relacionados à Samarco, joint venture com a Vale no Brasil que reiniciou operações em dezembro, cinco anos após a tragédia em Mariana (MG).

Já o lucro subjacente da BHP aumentou 16% na mesma comparação, a US$ 6,04 bilhões, mas ficou abaixo do consenso de US$ 6,33 bilhões da Vuma, baseado em estimativas de 17 analistas.

A BHP também declarou dividendo interino de US$ 1,01 por ação, ante US$ 0,65 no mesmo semestre do ano anterior. Às 9h10 (de Brasília), a ação da BHP subia 0,70% na Bolsa de Londres. No mercado australiano, o papel da BHP fechou os negócios desta terça-feira em alta de 2,73%. (Com informações da Dow Jones Newswires).

Escrito por:

Estadão Conteúdo