Publicado 16 de Fevereiro de 2021 - 13h30

Por AFP

A prestigiosa e muito cara trufa branca da Itália, que até agora só crescia na natureza, poderá ser produzida pela primeira vez graças a um novo sistema de cultivo desenvolvido na França.

"Esta é a primeira vez que Tuber magnatum é colhido fora de sua área geográfica" (presente principalmente na região do Piemonte, noroeste da Itália), anunciou nesta terça-feira Bruno Robin, presidente da Pépinières Robin, a empresa que, em colaboração com o Instituto Nacional Francês de Pesquisa Agropecuária (INRAE), desenvolveu este sistema.

Durante os últimos dois anos, este fungo foi colhido em uma plantação no sudoeste da França, onde árvores micorrízicas foram plantadas (em simbiose) com o Tuber magnatum, muito valorizado para seu uso culinário.

Pépinières Robin vendia árvores micorrízicas com trufas brancas da cidade de Alba (no Piemonte) e outras áreas da mesma região desde 2008, mas sem qualquer garantia de sucesso.

Algumas dessas árvores criaram raízes e são as que permitiram esta inovação agronômica "bastante inusitada (...) que poderia salvar a trufa da ameaça das mudanças climáticas", felicitou-se Joël Giraud, secretário francês de Estado do Mundo Rural, durante coletiva de imprensa.

Um quilo de trufa branca custa atualmente entre 1.500 e 5.000 euros (1.800 a 6.000 dólares), segundo a federação francesa de produtores de trufas.

ube/ppy/grp/meb/mb/mr

Escrito por:

AFP