Publicado 14 de Fevereiro de 2021 - 17h10

Por AFP

Os chefes da junta militar serão "responsabilizados" pela violência em Mianmar, alertou o relator da ONU neste domingo (14), em um momento em que foram destacadas tropas, suscitando temores de uma repressão iminente do movimento de protesto contra o golpe.

"É como se os generais tivessem declarado guerra ao povo birmanês. À atenção dos generais: vocês serão responsabilizados", tuitou Tom Andrews, Relator Especial das Nações Unidas para Mianmar. Além do envio de tropas, a ONG NetBlocka afirma que haveria "cortes de internet" no país.

bur-sde/ial/mis/am

Escrito por:

AFP