Publicado 14 de Fevereiro de 2021 - 10h20

Por AFP

As equipes de resgate começaram a evacuar neste domingo (14) os corpos encontrados em um túnel cheio de barro na Índia, uma semana depois de uma enchente devastar um vale do Himalaia e deixar 43 mortos e 161 desaparecidos, segundo o último balanço das autoridades.

Uma parede de água caiu sobre o vale de Rishiganga, no estado de Uttarakhand, destruindo tudo ao seu redor.

O fenômeno foi atribuído inicialmente à ruptura de uma geleira do Himalaia, mas outras hipóteses foram levantadas, como a formação de um lago glacial devido ao degelo de uma geleira cujas margens cederam.

Três corpos foram removidos de um túnel da usina hidroelétrica de Tapovan, devastada pelas inundações, onde se calcula que 30 pessoas ficaram presas desde domingo pela lama e pelas rochas.

Segundo a polícia, outros dois corpos foram encontrados em uma aldeia próxima afetada pelas inundações.

ash/tw/reb/lch/pz/pc/zm/aa

Escrito por:

AFP