Publicado 14 de Fevereiro de 2021 - 9h40

Por AFP

A primeira-ministra neozelandesa, Jacinda Ardern, ordenou neste domingo (14) um confinamento de três dias em Auckland (norte) após descobrir um novo surto de infeccções por coronavírus.

Um total de 1,7 milhão de pessoas deverão permanecer em suas casas a partir da meia-noite de domingo. As escolas e os comércios permanecerão fechados na segunda-feira, exceto os negócios considerados "essenciais".

Três membros de uma mesma família deram positivo neste fim de semana. Até agora, o país tem sido considerado um exemplo pela sua eficiência na gestão da pandemia.

A Nova Zelândia registrou menos de 2.000 casos desde o início da pandemia, com um total de 25 mortes atribuídas à covid-19 no país.

Desde março, fechou suas fronteiras aos viajantes estrangeiros e no início do ano passado impôs um confinamento estrito de cinco semanas.

cf/hr/jac/pz/pc/es/aa

Escrito por:

AFP