Publicado 13 de Fevereiro de 2021 - 12h10

Por AFP

"O que será do futuro nunca se sabe", declarou neste sábado o técnico do Real Madrid, Zinedine Zidane, ao ser perguntado sobre a possibilidade de assumir o comando da seleção da França.

"A seleção é um objetivo, como disse quando comecei a treinar há 10 anos. Isso faz parte das coisas que certamente serão possíveis um dia. Mas a minha mente está no dia a dia, e está aqui no Real Madrid", declarou Zidane durante a coletiva de imprensa antes do partida do Real com o Valencia, no domingo, pelo Campeonato Espanhol.

"Por enquanto estou aqui. Gosto do que faço. No futuro vamos ver, nunca se sabe. Ninguém sabe se vai mudar de emprego ou se vai trabalhar noutro local", concluiu o treinador, campeão mundial com a França na Copa de 1998.

Na sexta-feira, Noel Le Graet, presidente da Federação Francesa de Futebol (FFF), em entrevista à rádio RTL, levantou a possibilidade de Zidane vir a ser a treinador da seleção de seu país.

"Se Didier (Deschamps) deixar o cargo, e eu estiver na presidência , a primeira pessoa que veria seria Zidane", disse Le Graët, que está em campanha para reeleição à frente da federação, onde está desde 2011.

Sobre os sete desfalques por problemas físicos que a equipe da capital espanhola tem para o jogo com o Valencia, Zidane admitiu sua preocupação.

"Estamos preocupados com a questão das lesões, já falamos sobre isso muitas vezes. Não gostamos de não ter os jogadores. O que queremos é recuperá-los. Recuperamos Lucas Vázquez e (Dani) Carvajal e, aos poucos, espero que consigamos recuperar os outros ", concluiu.

pve/dr/lca

RTL GROUP

Escrito por:

AFP