Publicado 13 de Fevereiro de 2021 - 1h33

Por Estadão Conteúdo

Em derrota política para o governador João Doria, a direção executiva nacional do PSDB renovou por unanimidade o mandato do atual presidente da sigla, deputado Bruno Araújo (BA), por mais um ano.

Em uma reunião tensa na semana passada no Palácio dos Bandeirantes com os principais líderes tucanos, os aliados de Doria surpreenderam Araújo ao propor que o governador assumisse em maio o comando da legenda para poder viajar o Brasil e fortalecer sua candidatura presidencial em 2022.

O estatuto do PSDB prevê, porém, a renovação do mandato por mais um ano. A iniciativa abriu uma crise interna, que culminou em uma rebelião de parte da bancada de deputados federais contra a intenção de Doria de concorrer ao Palácio do Planalto.

Doze dos 29 parlamentares tucanos da Câmara lançaram o nome do governador gaúcho Eduardo Leite como presidenciável em um almoço em Porto Alegre nesta quinta, 11.

Em reunião virtual, nesta sexta-feira, 12, todos os diretórios tucanos e as bancadas no Senado e na Câmara apoiaram a recondução de Araújo e dos presidentes estaduais do PSDB.

Escrito por:

Estadão Conteúdo