Publicado 08 de Fevereiro de 2021 - 10h20

Por AFP

O presidente do Haiti, Jovenel Moise, disse neste domingo (7) que escapou de uma tentativa de assassinato, enquanto as autoridades realizavam cerca de 23 prisões.

"Agradeço ao responsável pela minha segurança e pela do palácio. O sonho dessa gente era atentar contra minha vida. Graças a Deus isso não ocorreu. O plano foi abortado", disse Moise.

O presidente, que está pressionado pela oposição, falou no aeroporto de Porto Príncipe, capital do país, acompanhado de sua esposa e do primeiro-ministro, Joseph Jouthe, a quem delegou "dar todos os detalhes, sem filtro".

Vinte e três pessoas foram presas, incluindo um juiz do Tribunal de Cassação e uma inspetora da polícia nacional, disse Jouthe a jornalistas.

amb/seb/fff/gm/rs/gf/mvv

Escrito por:

AFP