Publicado 06 de Fevereiro de 2021 - 22h40

Por AFP

O Botafogo anunciou neste sábado a demissão do técnico Eduardo Barroca depois que o time caiu, pela terceira vez em sua história, para a segunda divisão.

"A gente está comunicado a todos a saída do treinador Eduardo Barroca", disse o diretor de futebol Eduardo Freeland em vídeo postado pelo clube nas redes sociais.

O Botafogo caiu na sexta-feira depois de perder por 1 a 0 em casa para o Sport, que luta para se manter na elite do futebol brasileiro, faltando quatro rodadas para o fim do Brasileirão.

A derrota, a 18ª em 34 jogos, consolidou o time na última posição da tabela, com 24 pontos, e o obriga a retornar à Série B, onde jogou em 2003 e 2015.

Barroca, de 38 anos, assumiu o comando do time carioca no dia 27 de novembro, com a equipe na zona de rebaixamento, após a saída do argentino Ramón Díaz, que sequer estreou no cargo devido a problemas de saúde.

Além de Barroca e Díaz, o Botafogo, campeão brasileiro em 1968 e 1995, foi comandado no campeonato pelo experiente Paulo Autuori e por Bruno Lazaroni.

No entanto, a equipe não conseguiu se firmar em meio a uma temporada marcada pela pandemia de coronavírus e por uma crise econômica.

"Hoje, o Botafogo vive certamente um dos momentos mais tristes da sua história, que culminou com seu rebaixamento. Foram muitos erros dentro e fora do campo", declarou o presidente Durcesio Mello, eleito em novembro de 2020.

De acordo com a imprensa local, o auxiliar Lúcio Flávio assumirá interinamente nos quatro jogos restantes, contra Grêmio, Goiás, São Paulo e Ceará.

Seis clubes lutam para fugir das outras três posições de rebaixamento: Vasco, Bahia, Sport, Fortaleza, Goiás e Coritiba.

Chapecoense, América-MG, Juventude e Cuiabá subiram para a Série A.

raa/ll/aam

Escrito por:

AFP