Publicado 06 de Fevereiro de 2021 - 21h00

Por AFP

A Liga Nacional de Futebol Americano (NFL) ofereceu neste sábado (6) a transformação de cada um dos 30 estádios onde a liga é disputada em centros de vacinação em massa contra a covid-19.

O comissário da NFL, Roger Goodell, fez a oferta em uma carta enviada ao presidente dos Estados Unidos, Joe Biden.

"A NFL e nossos 32 clubes membros estão comprometidos em fazer nossa parte para garantir que as vacinas sejam o mais acessíveis possível em nossas comunidades", escreveu Goodell na carta.

"Com esse objetivo, cada time da NFL disponibilizará seu estádio para a vacinação em massa do público em geral, em coordenação com as autoridades de saúde locais, estaduais e federais", acrescentou o comissário.

Sete times da NFL (Arizona Cardinals, Atlanta Falcons, Baltimore Ravens, Carolina Panthers, Houston Texans, Miami Dolphins e New England Patriots) já disponibilizaram seus estádios como locais de vacinação.

"Podemos expandir nossos esforços para estádios em todo o país de forma mais eficaz porque muitos de nossos clubes já ofereceram suas instalações como centros de teste para covid, assim como locais de eleição nos últimos meses", afirmou Goodell.

A oferta da NFL chega antes do Super Bowl de domingo em Tampa, onde o Kansas City Chiefs de Patrick Mahomes e os Buccaneers de Tom Brady se enfrentarão.

O duelo contará com 7.500 profissionais de saúde da linha de frente vacinados contra o coronavírus, que comparecerão como convidados da liga em reconhecimento ao seu trabalho durante a pandemia.

rcw/js/meh/gfe/ic

Escrito por:

AFP