Publicado 05 de Fevereiro de 2021 - 23h00

Por AFP

O Botafogo foi rebaixado pela terceira vez na sua história para a Série B ao ser derrotado em casa por 1 a 0 pelo Sport, nesta sexta-feira pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Lanterna da competição (20º), com apenas 24 pontos, o Alvinegro recebeu no estádio Nilton Santos a equipe do Recife, que também luta contra a degola e que no início da rodada era o 16º, uma posição da zona do rebaixamento, com 35 pontos.

Mas o gol do zagueiro Iago Maidana em cobrança de pênalti (aos 23 minutos), marcado em um lance polêmico, acabou com as esperanças do time carioca em permanecer na elite do futebol nacional, decretando sua queda faltando quatro rodadas para o fim do Brasileirão.

Esta foi a derrota de número 18 do clube da estrela solitária em 34 rodadas do Brasileirão.

Com a vitória, o Leão chegou aos 38 pontos e subiu duas posições na tabela, e agora é o 14º, empurrando o Vasco da Gama (16º) para a colocação que ocupava anteriormente.

Um dos times mais tradicionais do Brasil, o Botafogo vai participar novamente da Segundona, onde jogou em 2003 e 2015, após uma péssima campanha atingida por uma crise econômica.

Lar de lendas como Jairzinho, Nilton Santos ou Garrincha, o Fogão enfrenta uma situação financeira complicada que foi agravada pela pandemia do coronavírus.

A equipe não alcançou equilíbrio ao longo do campeonato nacional, que começou em agosto passado, cinco meses depois do planejado, devido ao surto do coronavírus.

O alvinegro carioca teve quatro treinadores ao longo do torneio: Paulo Autuori, Bruno Lazaroni, o argentino Ramón Díaz e Eduardo Barroca, que comandou o time nesta sexta.

Ao longo da campanha, contou com jogadores estrangeiros, como o atacante marfinense Salomon Kalou, o paraguaio Junior "Gatito" Fernández e o meia japonês Keisuke Honda, que deixou a equipe no final de dezembro após atuações decepcionantes.

Na Série B, o Botafogo, campeão brasileiro em 1968 e 1995, enfrentará outro clube de tradição no futebol nacional: o Cruzeiro, que caiu pela primeira vez em 2019 e nesta temporada lutou para não ser rebaixado para Série C.

Na reta final desta edição do Brasileirão, seis equipes lutam para não fazer companhia a Botafogo e Cruzeiro na Segundona: Sport (14º), Fortaleza (15º), Vasco (16º), Bahia (17º), Goiás (18º) e Coritiba (19º).

Já Chapecoense, América-MG, Juventude e Cuiabá são os times que subiram para a elite do futebol nacional.

raa/mel/gfe/lca

Escrito por:

AFP