Publicado 05 de Fevereiro de 2021 - 14h12

Por AFP

Os participantes no diálogo entre as partes em conflito na Líbia, realizado na Suíça sob monitoramento da ONU, escolheram inesperadamente nesta sexta-feira (5) Abdul Hamid Dbeibah como primeiro-ministro de transição.

Após cinco dias de reunião, Dbeibah se impôs com 39 dos 73 votos emitidos ao favorito, o atual ministro do Interior do Governo de Unidade Nacional (GNA), Fathi Bashagha.

Abdul Hamid Dbeibah, natural de Misrata (noroeste) e engenheiro de formação, é fundador do movimento Líbia do Futuro e presidiu a Companhia Líbia de Investimentos e de Desenvolvimento sob o governo de Muamar Gadafi.

O futuro executivo de transição terá como missão "reunificar as instituições do Estado e garantir a segurança" até as eleições nacionais previstas para 24 de dezembro, segundo as Nações Unidas.

"O primeiro-ministro designado deve, no prazo de 21 dias, formar seu gabinete e apresentar seu programa de trabalho (...) à Câmara dos Representantes para sua aprovação", explicou Stephanie Williams, enviada interina da ONU na Líbia.

apo/vog/thm/tjc/mis/aa

Escrito por:

AFP