Publicado 05 de Fevereiro de 2021 - 11h32

Por Estadão Conteúdo

A queda nas encomendas à indústria da Alemanha em dezembro sugere que o endurecimento do lockdown no país em função da covid-19, combinado com medidas de restrição em outras partes da zona do euro, finalmente teve impacto negativo no setor industrial alemão, diz o chefe global de macroeconomia do ING, Carsten Brzeski, em relatório divulgado nesta sexta-feira (5).

Em dezembro, as encomendas à indústria alemã diminuíram 1,9% ante o mês anterior, segundo dados oficiais publicados na madrugada de hoje.

Brzeski destaca, no entanto, que as encomendas continuam 2,5% acima dos níveis pré-crise e que, apesar da pandemia, 2020 será o primeiro ano desde 2017 em que as encomendas tiveram resultado positivo em termos de crescimento mensal médio.

Por outro lado, o economista lembra que o iminente feriado de uma semana na China, para comemorar o ano-novo lunar, e lockdowns em vários parceiros comerciais, tornam difícil que a indústria alemã não sofra novos reveses.

Escrito por:

Estadão Conteúdo