Publicado 05 de Fevereiro de 2021 - 8h30

Por AFP

A ex-dirigente birmanesa Aung San Suu Kyi, deposta em um golpe militar na segunda-feira, está em "prisão domiciliar" na capital Naipyido e passa bem, informou nesta sexta-feira (5) um porta-voz de seu partido.

"Ela está em prisão domiciliar (...) em sua casa e passa bem", disse Kyi Toe, porta-voz da Liga Nacional para a Democracia (NLD).

Aung San Suu Kyi foi oficialmente acusada de infringir uma lei comercial, enquanto outros líderes de sua formação também foram presos durante o golpe de Estado.

bur-sde/jhd/bl/es/mr

Escrito por:

AFP