Publicado 04 de Fevereiro de 2021 - 17h40

Por AFP

O presidente americano, Joe Biden, prometeu nesta quinta-feira (4) se opor ao "autoritarismo" tanto da China quanto da Rússia, insistindo em seu desejo de romper com a postura de Donald Trump em relação a Moscou.

Os Estados Unidos devem "estar aí frente ao avanço do autoritarismo, em particular às crescentes ambições da China e ao desejo da Rússia de debilitar a nossa democracia", afirmou.

"Deixei claro ao presidente [Vladimir] Putin, de uma forma muito diferente à do meu antecessor, que a época em que os Estados Unidos se submeteram aos atos agressivos da Rússia (...) acabou", acrescentou.

sct-an/tly/rsr/mvv

Escrito por:

AFP