Publicado 04 de Fevereiro de 2021 - 7h50

Por AFP

A Corte Penal Internacional (CPI) considerou, nesta quinta-feira (4), culpado de crimes de guerra e contra a humanidade Dominic Ongwen, um menino-soldado ugandense que se tornou comandante do grupo rebelde Exército de Resistência do Senhor.

"Estabeleceu-se sua culpa para além de qualquer dúvida razoável", afirmou o juiz Bertram Schmitt, ao ler o veredicto sobre massacres cometidos nos anos 2000 por soldados liderados por Ongwen.

dk/wdb/mar/tjc/tt

Escrito por:

AFP